Edital, prêmios e eventos marcam ‘Março Mulheres’ na Bahia

Uma série de atividades e eventos, na capital e no interior do estado, integra a programação do ‘Março Mulheres’, realizado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado (SPM) para marcar o mês dedicado à luta pelos direitos das mulheres. Entre as iniciativas, foi lançado o edital Março Mulheres 2017 de produção cultural feminina e inclusiva, com o objetivo de selecionar dez projetos de organizações da sociedade civil que contribuam para fomentar a autonomia, o empoderamento, além da promoção e defesa dos direitos de gênero.

As inscrições podem ser feitas a partir desta quarta-feira (8) pelos Correios ou na sede da SPM, na Avenida Tancredo Neves, em Salvador, até o dia 7 do próximo mês de abril. As organizações interessadas têm acesso ao edital e anexos nolink disponibilizado na parte de Editais e Licitações.

A SPM participa de palestras, oficinas e debates sobre empoderamento feminino na Primeira Feira Cultural Ade Obinrin (Mulher Coroada), que busca fortalecer a autoestima de mulheres negras e empreendedoras da Região Metropolitana de Salvador (RMS). A Feira se realiza até este sábado (11), no Shopping Center Lapa, no Espaço Mulher, terceiro piso.

No Dia Internacional da Mulher (8 de março), a SPM participa de uma caminhada organizada por movimentos sociais e entidades de classe, com saída prevista do Campo Grande, às 14. No domingo (12), será a vez da Feira Março Mulher, promovida pelas Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), no Largo de Roma, em frente ao Hospital da Mulher, das 8 às 15 h.

Durante o evento, serão oferecidos serviços na área de saúde da mulher como mamografia, ultrassonografia, atendimento odontológico e oftalmológico, além da emissão de documentos. Estão previstas também atividades artísticas e culturais e serviços de beleza.

Caravanas Cravos e Rosas na Paz

O ‘Março Mulheres’ consta ainda de ações de projetos da SPM, a exemplo das Caravanas Cravos e Rosas na Paz, que reúnem ações de combate à violência contra as mulheres. Neste mês, serão realizadas três caravanas – em Mata de João (dia 14), Lauro de Freitas (21) e Simões Filho (28), em parceria com o Instituto Avon, com apoio da ONU Mulheres e do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher (CDDM).

A iniciativa tem o propósito de sensibilizar a população em relação à temática do enfrentamento à violência e fortalecer a rede especializada de atendimento local. A caravana em Mata de São João incluirá ações do projeto Promoção dos Direitos das Mulheres na Bahia, que prevê a realização de oficinas de capacitação para o combate ao tráfico de mulheres, entre os próximos dias 14 e 17.

As oficinas têm como público alvo representantes do Tribunal de Justiça (Fórum da comarca de Mata de São João), das secretarias municipais de Educação e de Saúde, do conselho tutelar e associações. O projeto é desenvolvido em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos do Ministério da Justiça e Cidadania.

Mobilização das índias pataxós

O combate à violência contra as mulheres mobiliza também índias pataxós de Santa Cruz de Cabrália, que realizarão a Primeira Caminhada das Guerreiras Pataxós no Enfrentamento à Violência contra a Mulher, no dia 24 deste mês. Com início previsto para às 9h, a caminhada sairá da Aldeia Nova Coroa e segue até a Cruz do Descobrimento, em Coroa Vermelha, com a participação de índios e índias de diversas aldeias.

Segundo a presidente da Associação de Mulheres Indígenas da Região, Kandara Pataxó, a ação representa um grito de liberdade para conscientizar a sociedade sobre um problema real. “Não queremos que a iniciativa fique apenas no nosso município e nas aldeias. Precisamos levar o enfrentamento à violência para todos os espaços”.

Prêmios constam da programação

Os prêmios Alice Botas e Bahia Diversidade – Mulheres nas Ciências também constam da programação do Março Mulheres. No próximo dia 17, a secretária Julieta Palmeira será uma das oito mulheres contempladas com o prêmio Alice Botas, concedido pelo Sindicato dos Bancários da Bahia há três anos às mulheres de destaque em diversas áreas de atuação. A cerimônia será no Instituto Feminino, às 18h30.

Este ano, a SPM, em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti) e o Fundo de Amparo ao Pesquisador do Estado da Bahia (Fapesb), concederá, pela primeira vez, um prêmio de produção científica. Seis pesquisadoras nas áreas das Ciências Exatas, da Terra e Engenharias e Ciências Biológicas serão contempladas com premiações que variam de cinco a R$ 15 mil.

A primeira edição do Bahia Diversidade tem o objetivo de reconhecer o trabalho de excelência de pesquisadoras e cientistas da Bahia. A solenidade de premiação encerrará as atividades do ‘Março Mulheres’ no dia 30 deste mês, em local ainda não definido.

Tem ainda a quinta edição do evento ‘Mulher com a Palavra’, com o tema ‘Inspirar para Transformar’. Nesta semana, a SPM divulgará o nome da personalidade convidada para o evento, que será dia 21, às 20h, no Teatro Castro Alves (TCA), com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

A iniciativa da secretaria, em parceria com a Maré Produções, com o propósito de discutir o empoderamento feminino por meio da arte, já trouxe ao TCA nomes como a cantora Elza Soares, a filósofa Marcia Tiburi e a cantora Zélia Duncan. Ano passado, foram três convidadas – Mc Carol, Preta Gil e participação especial de Elisa Lucinda.

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s