Governo dá início a implantação do RH Bahia em órgãos da gestão estadual

A partir desta segunda (3), o Governo do Estado dá início às atividades da segunda etapa de implantação do RH Bahia, projeto de modernização da gestão de Recursos Humanos do Estado por meio do software de gestão Human Capital Management (HCM) do SAP. Com o início das atividades, a previsão é de que, já em janeiro de 2018, o novo sistema entre em ambiente de produção em 53 secretarias, autarquias e fundações, beneficiando 200 mil servidores de 417 municípios do estado.

 

Na opinião do superintendente de Recursos Humanos do Estado, Adriano Tambone, o momento é de mobilização. “Para garantir a implementação do RH Bahia em todo o Estado, é indispensável e essencial que os órgãos se envolvam desde já, engajando seus servidores para atuar de forma integrada com a equipe do projeto”, defende Tambone.

 

O gestor de negócio Wilson Freitas explica que o RH Bahia vai possibilitar estender para todo o governo baiano as facilidades que já estão disponíveis hoje para 3 mil empregados públicos e servidores de oito empresas públicas e sociedades de economia mista, a exemplo da  Bahiapesca e  Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb), onde o sistema entrou em produção no último mês de janeiro.

 

“Nosso objetivo foi oferecer, no prazo mais curto possível, a todas as equipes do estado, a maior parte das funcionalidades do sistema, em especial aquelas ligadas a processos centrais para a gestão de Recursos Humanos, como o processamento da folha de pagamento”, explica Wilson Freitas. No total, serão contemplados nesta etapa 38 processos da gestão de RH. Em paralelo, uma terceira onda será planejada para possibilitar a incorporação ao sistema dos 10 processos restantes, voltados para atividades como gestão de Treinamento e Avaliação de Desempenho.

 

Para viabilizar a segunda etapa da implantação, a equipe do RH Bahia foi reforçada, com a incorporação de 53 servidores oriundos dos diversos órgãos da administração. Com a chegada do grupo, o número total de profissionais dedicados ao projeto subiu para 140.  No momento, o principal foco da equipe é a revisão das regras de negócio relativas a cada uma das organizações contempladas na segunda etapa. A atividade integra a fase de implantação conhecida como Business Blueprint (BBP), que consiste no levantamento dos requisitos de negócio que precisam ser contemplados no sistema.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s