Mercado de seminovos já baixou preços de EcoSport e Ka na Bahia

Por: Roberto Nunes

A semana foi de correria dos donos de modelos Ford, especialmente EcoSport e Ka, nas lojas de carros seminovos e no showroom de usados das concessionárias de Salvador. Com o anúncio do fechamento das fábricas da Ford no Brasil e o encerramento da produção do Ka e EcoSport, quem tem um Ford está com desconfiança em relação ao valor de revenda dos modelos no mercado.
Na Bahia, o reajuste de preços de carros já atingiu modelos Ford como EcoSport, que antes era cotado com valor de até 85% do preço da tabela FIPE. O mercado de carros seminovos já rebaixou o valor de revenda de EcoSport e Ka para 60% da tabela FIPE. A situação é um efeito imediato em relação ao anúncio de encerramento da produção dos carros feitos na fábrica de Camaçari.

A Assoveba, associação de lojistas de veículos seminovos da Bahia, soltou uma nota para esclarecer que situações como a do anúncio da Ford afetam diretamente o segmento. A entidade explicou que a desvalorização dos carros Ford é momentânea por conta da desconfiança dos donos de modelos Ford e do mercado. Mas há uma tendência de equilíbrio num prazo de seis meses e de acordo com o fortalecimento dos planos globais da Ford no Brasil.

Está semana a Ford fez um pedido aos funcionários da fábrica de Camaçari para retorno ao trabalho com o objetivo de produzir peças para o setor de reposição, o que foi descartado pela direção do sindicato na Bahia.
Em nota, a Assoveba explicou que a desvalorização do veículo é o primeiro fator de mercado. Mas o Brasil tem exemplos do efeito contrário no mercado com o anúncio do encerramento de produção. Quando a Toyota Fielder (versão perua do Corolla, fabricada entre 2004 e 2008) teve sua sentença anunciada, houve uma disputa pelas últimas unidades. Eram tantos clientes nas concessionárias da marca atrás de uma perua Fielder que, na verdade, o preço do veículo aumentou. 

De acordo com Ari Pinheiro Júnior, presidente da ASSOVEBA  – Associação dos Revendedores de Veículos da Bahia, “o mais importante para quem tem um seminovo da Ford é ver como o mercado irá se comportar, mas já garanto que não haverá desvalorização prematura dos carros. Eles continuarão sendo carros de alta procura no setor de seminovos”, destaca”
 
Talvez a melhor opção seja não tomar nenhuma decisão imediata. O impacto
do carro que sai de linha, é imediato na negociação e isso afeta diferentemente pessoas nos dois cenários. Quem quer comprar  pode usar a notícia recente como poder de barganha. Isso entrará na negociação, com toda certeza.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s