Confederação defende ‘manutenção do comércio com responsabilidade’

Foto Darío G. Neto/Agência Sebrae de Notícias

A Confederação Nacional do Comércio divulgou nota nesta quarta-feira (3) na qual defende a “manutenção do comércio com responsabilidade”. Vários estados, incluindo a Bahia, adotou o fechamento do comércio não essencial em decorrência da explosão de casos, superlotação de hospitais e as novas cepas do novo coronavírus.

Para a entidade, é possível manter o funcionamento do comércio formal, desde que sejam cumpridos todos os protocolos sanitários.”A CNC entende que a maioria dos estabelecimentos comerciais e de serviços tem cumprido os protocolos de prevenção à covid-19. O setor vem investindo nas adequações sanitárias e não permite aglomerações”, argumentou, no documento.

A representação do comércio ressaltou que, em 2020, o país perdeu 75 mil lojas – contando estabelecimentos fechados menos os empreendimentos abertos. “A confederação pede às autoridades que foquem os recursos e a energia na fiscalização de aglomerações indevidas, como no caso de festas clandestinas, e aos governos que entendam a necessidade de mitigar também os danos sociais e econômicos”.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, ofereceu as unidades do Sesc e do Senac para abrigar postos de imunizaçao. Para o executivo, a vacinação “enche de esperança”, mas até a sua conclusão “precisamos garantir a vida das pessoas e também a sobrevivência dos negócios, que geram emprego e renda. Os comércios precisam funcionar com consciência e responsabilidade”.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s