BAHIA: GRANDE POLO DE ENERGIA SOLAR E SISTEMA FOTOVOLTAICO

A energia solar através da geração distribuída possibilita que o consumidor final gere sua própria energia

Por Lucas Batista

A Bahia é o estado que conta com os locais com a maior irradiação solar  do Brasil e está entre as melhores do mundo. Por conta disso, na modalidade geração centralizada, o estado  possui hoje 29 parques de geração fotovoltaica . Segundo levantamento do Informe Executivo de Energias Renováveis da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), feito em  fevereiro deste ano, a Bahia foi considerada a maior geradora desse tipo de modalidade quando comparada as outras regiões do país, sendo responsável por 32% da geração total.

Esse estudo mostra também que o estado apresentou, só no mês de dezembro, a geração de 152 Gigawatts-hora. Ainda estão previstas a construção de 60 parques fotovoltaicos até 2026, com previsão de R$ 8,1 bilhões de investimento.

Enquanto na geração centralizada de grandes parques fotovoltaicos a Bahia lidera, na geração distribuída que permite empresas e pessoas produzirem a própria energia, o estado está na 10a posição. Esta posição a deixa atrás de estados como Rio Grande do Sul e Santa Catarina que possuem caraterísticas menos favoráveis de irradiação. Minas Gerais, o primeiro colocado nesta modalidade, possui quase seis vezes mais potência instalada que a Bahia.

Esses números comprovam que a Bahia tem se destacado no setor de energia solar em geração centralizada, e ainda tem muito potencial para crescer neste setor. Porém, mostra ainda uma defasagem na geração solar distribuída em relação à outros estados com menor vocação para tal, indicando um oceano azul nesta modalidade no estado.

A energia solar através da geração distribuída possibilita que o consumidor final gere sua própria energia para consumo próprio e injeção de energia na rede que é transformada em créditos que podem ser abatidos da conta em momentos sem sol ou em outros imóveis de mesma titularidade. Isso traz economia imediata à conta de energia, um dos maiores custos de muitas empresas, com retorno rápido do investimento para um sistema que tem vida útil maior que 25 anos.

Além disso, o sistema de geração fotovoltaica está se tornando cada vez mais acessível com as baixas taxas de juros e financiamentos cujas parcelas ficam menores que a economia gerada na conta de energia. Assim, cada vez mais pessoas e empresas estão aderindo à esta solução que cresce em potência instalada mais de 100% ao ano.

Pelos motivos apontados acima o Brasil já se transformou em um grande polo de investimento neste setor. E a Bahia por sua vocação natural deve buscar ser referência no país.

*Lucas Batista é diretor da divisão de Energia da LEDAX, empresa que oferece soluções em economia de energia por meio da iluminação LED, geração de energia fotovoltaica e Mercado Livre de Energia para clientes corporativos. Formado em engenharia elétrica pela Universidade Federal da Bahia e mestre pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Lucas atuou em empresas renomadas como Odebrecht e Petrobras. Além disso, o profissional já atuou nas áreas de geração e distribuição de energia, além de construção e modernização de hidrelétricas

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s