Senador Major Olímpio morre vítima de Covid-19

Família confirmou morte cerebral nesta quinta-feira
Continuar lendo “Senador Major Olímpio morre vítima de Covid-19”

Bolsonaro afirma que mortes por coronavírus interessam a ‘alguns setores da sociedade’

Continuar lendo “Bolsonaro afirma que mortes por coronavírus interessam a ‘alguns setores da sociedade’”

Ator Eduardo Galvão morre aos 58 anos devido à Covid-19

O ator Eduardo Galvão, de 58 anos, faleceu por conta da Covid-19, na madrugada desta terça-feira (8). Ele estava entubado em uma UTI, e recebendo tratamento, em um hospital do Rio de Janeiro.

O ator, conhecido por vários papés principalmente na TV Globo, estreou na televisão como o Régis de “O Salvador da Pátria” (1989). Na emissora, ainda participou de novelas como “A Viagem (1994), “Porto dos Milagres” (2001), “O Beijo do Vampiro” (2002) e “Paraíso Tropical” (2007). A última participação foi em “Bom Sucesso”, de 2019.

Eduardo também fez sucesso em seriados como “Caça Talentos” (1996), ao lado de Angélica e Ana Furtado. Angélica inclusive lamentou o falecimento do amigo. 

“Era sempre tão bom te encontrar, você foi um presente lindo que a fada Bela me deu. Uma parceria linda, mágica. Artur e fada Bela, eu e você. Obrigada por sua amizade, por ser esse cara tão especial no meu coração e no coração de tanta gente”, homenageou a artista em uma publicação nas redes sociais.

Governo da Bahia libera casamentos e formaturas para até 200 pessoas

Governo da Bahia atualizou o decreto que proibia festas e eventos no estado independentemente do número de participantes e decidiu autorizar cerimônias de casamento e solenidades de formatura para até 200 pessoas. A decisão foi anunciada na noite desta sexta-feira (04) e o decreto será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) de sábado (05).

Apesar da autorização, shows e festas, públicas ou privadas, continuam proibidas em qualquer hipótese. Também foi mantida a suspensão de outros eventos e atividades com presença de público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos.

Na última quarta-feira (2), o Governo do Estado já havia prorrogado o decreto, que ainda suspende as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada. O decreto tem validade até 17 de dezembro, com indicativo de renovação.

Rui oficializa proibição de shows e festas ‘independente do nº de participantes’

por Ailma Teixeira

Como anunciado pelo governador Rui Costa (PT), o Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (4) traz uma edição no Decreto nº 19.586, de 27 de março de 2020, para reforçar a proibição de eventos. De acordo com o texto, “fica suspensa a realização de shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes, durante o período disposto no caput deste artigo”.

O decreto está em vigor até o próximo dia 17, mas o governador já adiantou que não permitirá a ocorrência desse tipo de evento nos meses de dezembro e janeiro (veja aqui).

Durante evento para entrega de novas viaturas à Polícia Civil, nessa quinta (3), Rui disse que determinou até a criação de uma equipe com membros da Secretaria de Saúde (Sesab) e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) para monitorar anúncios de festa no verão e coibir a realização delas. “Pra qualquer bar, barraca que esteja chamando festa no mês de dezembro e no mês de janeiro, [que] a polícia atue presencialmente e faça a notificação desse ente comercial, avisando que não será permitido, e a polícia fará o bloqueio de entrada nesse estabelecimento”, declarou na ocasião.

O objetivo com essas ações é conter o aumento da taxa de transmissão do novo coronavírus, que, nas palavras do governador, pode fazer a Bahia enfrentar sua “maior onda”. Segundo o secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, o cenário atual já é mais crítico do que o registrado em julho, quando o número de casos ativos atingiu um pico, porque o surto atual ocorre simultaneamente em toda a Bahia (saiba mais aqui e aqui).

Prefeito publica decreto 921 apenas com prorrogação de datas; devido a elevação de casos e a falta de leitos na UTI, população terá que colaborar com isolamento

O prefeito Jairo Magalhães publicou, nesta tarde, 01, no diário oficial do município,  o decreto de Nº 921 de 01 de dezembro de 2020, que  dispõe sobre a adoção de medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo coronavírus (covid-19) no âmbito do município de Guanambi, estabelecendo apenas a prorrogação da data para 14 de dezembro de 2020.

No novo decreto permanece às aulas suspensas e o comercio funcionando com as mesmas regras estabelecidas em portarias individuais mediante cada seguimento,  não houve alteração.

No decreto as regras de medidas de combate permanecem as mesmas devendo cada empresário e a população seguir o distanciamento social, o uso de máscara e a higienização.

Permanecem suspensas a realização de todas as atividades e/ou eventos de caráter público, compreendidos dentre outros os eventos esportivos, boates, cinema, espetáculos de qualquer natureza, shows, atividades de clubes de serviço e lazer, serviços de convivência social.

Diante do quadro que se agravou com elevação do número de registros de casos e de pacientes aguardando o resultado do RT-PCR, segundo o secretário de saúde, Manoel Paulo, não existe mais vagas na Unidade de Terapia Intensiva de Vitória da Conquista e Salvador, cabe à população se isolar para quebrar a corrente de contaminação do vírus.

Por Neide Lu – Portal Fala Você Notícia

Foto: Reprodução